A Associação Nacional dos Produtores e Importadores de Inoculantes (ANPII) esteve presente na FertBio 2016, realizada em Goiânia, de 17 a 20 de outubro, que teve como tema central “Rumo aos novos desafios” e foi cenário das principais discussões sobre os caminhos a serem seguidos por produtores, empresários e cientistas.

O consultor da ANPII, Solon Araujo, realizou palestra a convite da organização sobre a importância de uma instrução normativa para análise de inoculantes à base de micorrizas arbusculares, que são associações de fungos com raízes de diversas plantas. Segundo Solon, esta associação aumenta a área de absorção de nutrientes, bem como solubiliza fósforo. “Este tipo de inoculante ainda não é produzido pelas empresas associadas da ANPII, mas a partir da regulamentação que está sendo proposta e de novas pesquisas em andamento, poderá se tornar um novo produto a ser incorporado pelas empresas a seus portfólios”, ressalta.

FERTBIO 2

Solon Araujo, durante palestra na FerBio 2016

A ANPII também forneceu auxílio financeiro para que a doutoranda Camila Duarte, da Universidade Estadual de Maringá, apresentasse trabalho em pôster sobre a inoculação de gramíneas com Azospirillum. “Nesta edição da FertBio também foram apresentados trabalhos que mostraram, mais uma vez, a eficácia da inoculação na produtividade do feijoeiro, com significativa economia da adubação nitrogenada”, finaliza o consultor da ANPII.